O “flat design” não é algo novo, mas vem passando por uma mudança e se tornando um “flat design 2.0”. O motivo disto é o surgimento do “long shadows” (em tradução literal, “sombra longa”), cada vez mais utilizado em ícones e logos da web.

O “long shadow” é um conceito interessante, usado por muitos designers para criar profundidade em suas interfaces e que, quando usado com moderação, pode trazer uma estética mais agradável a logos e ícones em sites “flat”.

Contudo o termo “long shadow” não é algo novo. Ele já vem sendo explorado por fotógrafos a muito tempo: o modo mais simples é tirar as fotos em luz natural durante o pôr do sol ou quando ele estiver nascendo.

Já em interfaces, para produzir o efeito é necessário criar uma sombra de 45 graus comprida, que se projeta de forma diagonal para esquerda ou direita ao ícone ou logo. Essas linhas diagonais que são formadas normalmente paralelas entre si foram também um recurso muito utilizado no passado, nos primeiros cartazes e colagens soviéticas produzidos antes do Realismo Socialista – um estilo que mais tarde foi adotado fortemente no branding e agora da as caras em Design de Interface e mobile apps.

Bem, como somos designers nada melhor que ver para entender como funcionam essas sombras:

flat-1

flat-2

flat-3

flat-4

Note que, se não fosse pelas sombras, os ícones teriam uma aparência totalmente plana.

Esse suposto “flat 2.0” ainda tem algum tempo para ser usado até que venha uma nova tendência e tome seu lugar.

E você já esta usando “long shadows” em suas interfaces? Como os clientes reagem a elas?

Gostou? Compartilhe!

Comentários fechados