O Projeto TEN foi lançado em dezembro de 2011 com a finalidade de atingir a comunidade digital, permitindo que o público baixasse gratuitamente os arquivos PSDs criados pelos mais renomados artistas digitais da atualidade. Esse mês, temos mais um PSD completo 100% grátis!

Depois de apresentar Lydia Baillergeau, em agosto, com seu motion design, primeira artista especial da segunda temporada, o Projeto TEN volta aos trilhos. Agora o destino é a Espanha, com o nono artista internacional: Sergio del Puerto, mais conhecido pelo nome do seu estúdio, Serial Cut™. Seu trabalho inédito, “Faux tiroirs”, poderá ser baixado gratuitamente, por 24 horas, dia 10 de setembro, em br.tenbyfotolia.com. As primeiras obras apresentadas neste projeto já foram baixadas mais de 160 mil vezes nos dias de seus lançamentos.

A segunda edição do Projeto TEN, da Fotolia, convida os usuários da internet a fazer uma viagem ao redor do mundo da criação digital com os maiores artistas internacionais dos 23 países onde o banco de imagens, líder no mercado europeu, possui filial. De acordo com o diretor da Fotolia no Brasil, Bruno Barradas, o arquivo pode servir como uma excelente ferramenta educacional e, ao baixar a obra, todos terão acesso aos elementos que compõem um PSD.

Segundo Bruno, a participação dos brasileiros vem aumentando gradativamente ao longo do projeto e o número de downloads quase quadruplicou desde o primeiro lançamento deste ano. “O TEN está atendendo às necessidades de muitos designers e artistas gráficos e esperamos conquistar ainda mais adeptos nos próximos meses”, explica. De acordo com o diretor da Fotolia no Brasil, houve um crescimento de mais de 350% no número de downloads do início do ano para cá.

O artista Sergio Del Puerto – Moderna cabine de curiosidades

Sua ambição para o Projeto TEN: criar um efeito “Uau”, em outras palavras, impactar o público logo de cara. “Um profissional criativo deve acima de tudo ser surpreendente, seja visualmente ou conceitualmente. Mas o comprometimento do profissional precisa ser forte e se distinguir dos outros”, destaca o espanhol Sergio Del Puerto. Com o público já cativado, Serial Cut™ gosta de levá-lo para um segundo âmbito de seu trabalho, mais profundo e detalhado. “Eu gosto de quando as pessoas passam tempo examinando uma imagem, quando gostam de procurar por detalhes, se perguntam o que é real ou digital etc”.

Sergio del Puerto

E esta era a intenção do seu trabalho, disponibilizado neste mês pelo Projeto TEN, “Faux tiroirs”.

Inspirado nas cabines de curiosidades da Renascença, o trabalho de Serial Cut™ é cheio de detalhes: membros humanos misturados com utensílios cotidianos, mas também árvores, tubulações, uma grade, homenzinhos azuis etc. Uma enigmática, estranha e excêntrica confusão, que convida os olhos a se perderem nos labirintos da mente do artista.

Este estranho laboratório pediu diversas técnicas, desde montagem em Photoshop a modelagem 3D com o Cinema 4D. O desafio foi harmonizar a luz e a colorimetria das fotografias encontradas na Fotolia – cada uma com seus próprios trabalhos de pós-produção – com imagens originais 3D criadas pelo estúdio. “Nós tínhamos que levar esses limites em conta e retrabalhar algumas imagens, já que uma sombra ruim ou a orientação errada de um reflexo aparecem de cara e quebram todo o realismo da cena”, explica o artista.

Uma mistura de surrealismo, cultura pop e luxúria “Com a ironia em voga”, aponta Sergio Del Puerto quando define seu trabalho. Sua liberdade artística é inegavelmente uma consequência de sua liberdade de expressão. O artista afirma suas referências artísticas e sabe quando recusar um projeto que não o inspira. “Um bom designer é definido pela sua capacidade e vontade de desenvolver e defender seus próprios projetos. A coisa mais difícil, mas também mais necessária, é ter a sua própria identidade visual e um estilo autêntico”.

Este “criador de imagens”, como é definido o estúdio, é autodidata e encontra inspiração em qualquer coisa em volta: arte moderna e clássica, especialmente Magritte, em arquitetura e design, mas também em filmes e séries, particularmente Monty Python e, até, nas memórias de infância. “Quando garoto, eu não conseguia entender a diversão que outras crianças sentiam em fazer bonecos lutar, quando o meu prazer era posá-los na minha frente e tirar fotos. Hoje, eu ainda me divirto criando cenas vivas e tornando-as imortais com a fotografia”, explica Sergio.

Dois vídeos, com legendas em 12 línguas, foram filmados no país do artista. Um, que apresenta um pouco da vida de Del Puerto e suas inspirações e influências, está disponível na página do Projeto TEN no Facebook. O segundo vídeo, no qual ele mostra as técnicas usadas na criação de seu trabalho para o TEN, ficará disponível no dia do lançamento do PSD (terça feira, 10 de setembro de 2013), em br.tenbyfotolia.com por 24 horas.

Gostou? Compartilhe!

Comentários fechados