Tão importante quanto ter conhecimento teórico e metodológico, é conhecer e dominar o fluxo de trabalho em design, que se refere principalmente a questões técnicas, burocráticas e financeiras de um projeto.

Um projeto de design envolve vários aspectos e várias etapas. Algumas destas etapas são bem conhecidas, como a geração de alternativas (uma das etapas da metodologia projetual), no entanto, etapas relacionadas a produção industrial da peça gráfica (ou seja, a impressão do projeto) devem ser igualmente avaliadas e consideradas durante todo o projeto, uma vez que temos que saber conciliar nossas criações com aquilo que o cliente quer (e aquilo que ele realmente precisa), o orçamento disponível e as limitações técnicas.

1. Briefing – o pedido de trabalho

Todo projeto começa com o briefing, a etapa em que o designer conversa com o cliente sobre o projeto e lista todas as informações necessárias para a criação da peça. Não cabe a este post discutir como se desenvolve um briefing, mas é importante coletar o máximo de informações sobre o cliente e sobre o projeto que será desenvolvido..

2. Levantamento de custos

Uma vez feito o briefing, é necessário calcular uma média de custos de produção (quanto será necessário o cliente desembolsar para pagar a gráfica) e definir os custos de projeto, ou seja, os custos do designer ou do escritório.

Aqui é importante que se deixe bem claro para o cliente que o valor de impressão é um valor aproximado, podendo ter variações (geralmente, para mais). O preço de projeto, no entanto, deve ser definido neste momento; até porque não há motivos para ficar enrolando o cliente em relação ao preço do seu serviço.

Nesta etapa também é interessante analisar o cliente para saber quanto ele está de fato querendo gastar, e quanto ele pode investir no projeto.

3. Apresentação e confirmação do trabalho

Nesta etapa, é necessário um certo jogo de cintura, porque é neste momento que serão apresentados os custos do projeto e o cliente decide se quer contratar você ou seu escritório (ou não).

É essencial que a apresentação sejas bem feita e bem construída. Não mostre apenas o valor do projeto, fale brevemente sobre sua empresa, seus aspectos positivos e o quê o cliente ganha fechando negócio com você e não com o concorrente.

Monte uma apresentação mostrando brevemente a agencia, um pouco do seu portfólio (só os melhores trabalhos é claro), mas seja breve. Não esqueça que o cliente quer saber quanto o projeto vai custar, não quer ficar ouvindo você falar dos prêmios que o escritório ganhou.

Uma vez apresentado o preço, explique o porquê dele. Mostre ao cliente os custos de pesquisa, procedimentos adotados no desenvolvimento do projeto e custos de execução. Manter o cliente no escuro durante todo o projeto faz com que ele acredite que você simplesmente “fez umas coisinhas bonitinhas no computador”.

Por fim, se o trabalho for aceito, assine contrato com o cliente. Não esquecendo de deixar registrado em contrato todos os detalhes do projeto, prazos, definições técnicas estabelecidas, e claro, multas por atrasos (de ambas as partes).

4. Execução do projeto

A etapa de execução do projeto costuma ser mais fechada no escritório, uma vez que o cliente ja deixou especificado o que deseja. No entanto, simplesmente mostrar tudo pronto ao cliente, nem sempre é uma boa ideia.

Quando tiver dúvidas em relação ao público do projeto, fale com seu cliente. Ele conhece o público que atende, ninguém melhor do que ele para lhe responder aquilo que você ainda não sabe. Permita ao cliente ver as etapas de desenvolvimento do projeto, isso faz com que ele perceba como as coisas acontecem, e muitas vezes ajuda a evitar a famosa frase: “Mas isso até meu sobrinho sabe fazer”.

É claro, é preciso cautela nesse acompanhamento. Nem todo cliente pode ter liberdade de ficar opinando no projeto, ou pode acabar prejudicando mais do que ajudando. Mas tudo isso é uma questão de analisar o cliente e ir percebendo qual a melhor solução.

Até o próximo post, com as demais etapas do fluxo de trabalho!

Gostou? Compartilhe!

Comentários fechados