Um cartão de visitas muitas vezes é o equipamento de marketing mais importante que uma empresa pode ter. Ele tem o potencial de fazer ou desfazer negócios, e é tão importante quanto como você se apresenta da primeira vez. Neste artigo, vou cobrir um pouco do básico como tipografia, layout, onde colocar objetos e padrões de impressão que você precisa saber ao criar um cartão de visitas.

Padrões de impressão

Antes de você começar a trabalhar em um design para o seu cartão, padrões de impressão devem ser consideradas. Muitas gráficas exigem que os arquivos tenham uma sangria apropriada ou determinado tamanho de margem. Falhas ao considerar isto resultam em e-mails pedindo que os arquivos enviados sejam revistos ou avisando que algumas alterações terão que serem feitas, o que pode gerar um custo adicional.

Antes de começar, faça o download de um template ou, melhor ainda, crie um. Existem duas maneiras de estabelecer que tipo de template você quer usar, e estas maneiras são com ou sem sangria.

“Sangrar” é o termo usado no design que significa, em termos simples, “corte”. É o ato de eliminar a borda do papel (borda que a impressora precisa ter para poder segurar o papel e não “colocar o dedo na tinta fresca”).

Se seu cartão não for ter sangra, você acaba de pegar o caminho mais fácil. Basta criar um arquivo com tamanho de 9 x 5 centímetros (nota: algumas gráficas utilizam tamanhos diferentes, que podem chegar até 9,5 x 5,5 centímetros – consulte sua gráfica de preferência antes).

Caso sua imagem tenha sangra, opte por usar um template um pouco maior – geralmente 9,8 x 5,8 centímetros – e procure não colocar nenhuma informação importante muito perto da borda!

Tipografia

O uso de tipografia em um cartão de visitas é crítico afim de ter um cartão com look profissional. Não use mais de duas fontes e, se for o caso, use duas fontes distintas – Arial é muito similar a Helvetica e é próximo de Verdana. Proce usar fontes que complementem o logo ou outros elementos do cartão.

Layout e outros objetos

Não enxa seu cartão de visitas. Mantenha-o sempre simples e limpo. Lembre-se também que, se for necessário, utilize o outro lado para mais informações. Evite de listar todo serviço que você faz no cartão – “design gráfico, web design, desenvolvimento de logos, desenvolvimento de sites, design de panfletos, criação de cartões de visitas” pode ser resumido em apenas “design”. Afinal de contas, você vai entregar seu cartão para a pessoa, e é lá que você tem a oportunidade de falar para ela tudo o que você faz.

As informações de contato são extremamente importantes! Dê bastante ênfase ao seu telefone, e-mail, site ou sua forma preferida de contato.

Caso você tenha um logo (e deveria!), procure dar um espacinho bacana para ele. Se for um logo incrível, escolha usar um lado inteiro do cartão, colocando o restante da informação atrás.

Não esqueça que o cartão de visitas é um ponto de contato, não uma brochura. Você quer deixar uma boa impressão e passar a idéia de que você é realmente bom no que você faz.

Ah, uma dica final: a não ser que você tenha 13 anos de idade, não imprima seus cartões em casa. Escolha uma gráfica de boa qualidade. Não economize; como falei, seu cartão de visitas pode fazer ou desfazer negócios.

Fonte: Design Informer (traduzido e adaptado por Canha)

Gostou? Compartilhe!
Você também vai gostar de

Participe da discussão!


  • Pingback: Tweets that mention Design de cartões de visita: o básico | Design.Blog.br -- Topsy.com

  • Zfarias

    Seria interessante falar um pouco sobre os papeis para impressão de um cartão.
    Por ex.. Que matéria é feito este cartão?http://farm1.static.flickr.com/223/462675095_d4ec

    Abraços.

  • Pingback: Design de cartões de visita: o básico - Cento e Vinte

  • http://chocoladesign.com Will

    Dicas simples mas valiosas, muita gente que está começando já vai logo fazendo um "cardápio" ao invés de algo simples e objetivo. ^^

    • http://www.gemellaro.com Alexandre Gemellaro

      Concordo com vc Will…

      #euri

  • http://chocoladesign.com Filipe Fernandes

    Gostei bastante do post… tem umas dicas bem "básicas" mas que nem todo mundo faz e ajuda muito no desenvolvimento do cartão.

    Parabéns pelo post e pelo blog!

    Abraços!

  • http://lucaskauz.deviantart.com Lucas Kauz

    Ótimo blog, com certeza vai pra minha categoria 'Design' dos fav! Curti muito o conteúdo diferenciado o que pode ser visto na maioria dos Blogs de design '-'.
    Ótima dica, espero um dia trabalhar com design, independente disso é ótimo ver bom conteúdo! =)

  • Pingback: PixDesign Blog! » Blog Archive » Design de Cartões de Visitas

  • http://www.furydsg.com - Caio

    alpslapslpalpslpaalpslapslplsaalspalpsalps
    "a não ser que você tenha 13 anos de idade, não imprima seus cartões em casa."
    Eu tenho 13, mas imprimi em uma gráfica mesmo, =D

  • Érica Marriel

    Blog perfeito…
    Objetivo e edificante.

  • Thiago

    Quanto devo Cobrar só pelo desing?

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=100002142132377 Liute Cristian

    Seria interessante fazer um post colocando todos os equipamentos/acessórios que um designer deveria carregar na bolsa. rsrsrs… e esta matéria sobre os cartões de visitas faria parte do repertório. Perfeito, vou indicar aos leitores do meu blog!

  • Tadeu

    Ótimo artigo Canha, dúvidas foram solucionadas!